Fase do Planejamento - Década de 80

    Fase do Planejamento - Década de 80

    • Inclusão do planejamento ambiental ao planejamento estratégico das empresas.

    1980 - Neste ano, a União Internacional para Conservação da Natureza (UICN) lançou o documento "Estratégia Mundial para a Conservação (EMC)". O objetivo era contribuir para a formulação de políticas de desenvolvimento sustentado. Este documento, que pontua e aprofunda de modo pioneiro as questões ambientais de base, alerta a opinião pública mundial para o perigo das pressões exercidas sobre os sistemas biológicos da Terra e propõe práticas de desenvolvimento ecologicamente sadias como medidas para aliviá-las.


    1980/81 - No Brasil, criação da Política Nacional do Meio Ambiente, que menciona o Estudo do Impacto Ambiental.


    1985 - A partir deste ano, no Brasil, a política oficial de meio ambiente é executada pelo Sisnama (Sistema Nacional de Meio Ambiente); Conama (Conselho Nacional de Meio Ambiente) e, em nível técnico, pelo Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais), além de instituições estatais subordinadas.


    1986 - A resolução número 1/86, do Conama, Brasil, torna obrigatória a Análise de Impactos Ambientais, para atividades específicas, objetivando atender determinação do órgão de controle ambiental.


    1987 - Aprovado e divulgado pela ONU o relatório "Nosso Futuro Comum". O documento, que relaciona 109 recomendações destinadas a concretizar os propósitos emanados de Estocolmo (1972), foi elaborado por um órgão assessor, a Comissão Mundial sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento (WCED), presidida pela então Primeira Ministra da Noruega, Harlem Brundtland. De forma sintética, sua principal conclusão é " que o comportamento da economia internacional faz prever que as futuras gerações não terão acesso aos recursos necessários para sua sobrevivência".


    1988 - A revista Time publica uma matéria, onde destaca "o ano em que a Terra falou". Em 1988, foram vários os casos de seca, ondas de calor, fogo em florestas, enchentes e furacões violentos que aterrorizaram os povos de várias partes do mundo.

    1989 - Assembléia Geral das Nações Unidas pede a elaboração de um documento com o fim de definir estratégias que permitissem interromper e reverter os efeitos da degradação ambiental.

     

    Fontes:
    Agenda 21: Conferência das Nações Unidas sobre meio ambiente e desenvolvimento - São Paulo: Secretaria de Estado do Meio Ambiente, 1997.
    . Gutberlet, Jutta

    Cubatão: Desenvolvimento, Exclusão Social e Degradação Ambiental/Jutta Gutberlet; tradução de Kay-Uwe Gutberlet. - São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, Fapesp, 1996.

     

    EFS - Estudo em Foco Saúde 2014- Todos os direitos reservados | Criative Web