Fase do Controle Ambiental - Década de 70

    Fase do Controle Ambiental - Década de 70

    • Estabelecimento de políticas de controle de poluição ambiental, principalmente do ar e água;

    • Criação dos primeiros movimentos ambientalistas;

    • Criação de diversas organizações internacionais com o objetivo de discutir os problemas ambientais em nível mundial.

    Os principais são: Programa Ambiental das Nações Unidas (Unep); diversas associações da Comissão Econômica Européia (CEE); a Diretoria do Meio Ambiente do OECD; o Relatório da Comissão da Comunidade Européia para a Proteção do Meio Ambiente e do Consumidor; a Comissão do Meio Ambiente da Otan (CCMS) e outros.

    No Brasil, criação de órgãos de controle, como a Sema (Federal), Cetesb (SP), Feema (RJ).

    A partir desta década, qualquer acidente ecológico passou a ter um espaço bem maior na mídia e as empresas responsabilizadas por eles começaram a ser vistas com maiores reservas pela população cada vez melhor informada em relação às questões ecológicas.

    1970 - Abril. Mais de trezentos mil americanos participam do "Dia da Terra". Considerada a maior manifestação ambientalista da história, a comemoração rendeu inúmeras manchetes e destaques em veículos de comunicação, que proclamaram o advento do ambientalismo como uma questão pública fundamental.


    1971 - Nasce o Greenpeace. Entre as diversas entidades fundadas na época há diferenças de propostas e formas de atuação. Isso ocorre porque o movimento ambientalista é basicamente um movimento histórico.


    1972 - Conferência de Estocolmo - O surgimento de casos críticos de degradação ambiental levou a Suécia a propor à Organização das Nações Unidas (ONU) a realização de uma Conferência Internacional sobre os problemas do meio ambiente humano. Assim nasceu a Conferência de Estocolmo, realizada em 1972, que reuniu representantes de 113 países, de 250 organizações não-governamentais e organismos da ONU.

    Os principais resultados formais do encontro foram: - a "Declaração sobre o Ambiente Humano", ou "Declaração de Estocolmo" - e o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA).

    A função mais importante do PNUMA é ser organismo catalisador para as atividades e a tomada de consciência da questão ambiental em todo o mundo. Coordenando as atividades de todos os organismos da ONU com relação ao meio ambiente, o PNUMA atua junto aos governos, comunidades científicas, indústrias e organizações não-governamentais para cumprir seus objetivos.

    1973 - O mundo enfrenta a primeira crise do petróleo. O fato serviu para repensar o consumo desenfreado dos recursos naturais considerados até então, ilimitados.

    1974 - Pela primeira vez, os cientistas americanos Rowland e Molina chamam a atenção para os perigos da destruição da camada de ozônio pelo cloro - flúor- carbono (CFC).

    Fontes:

    Agenda 21: Conferência das Nações Unidas sobre meio ambiente e desenvolvimento - São Paulo: Secretaria de Estado do Meio Ambiente, 1997.
    . Gutberlet, Jutta


    Cubatão: Desenvolvimento, Exclusão Social e Degradação Ambiental/Jutta Gutberlet; tradução de Kay-Uwe Gutberlet. - São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, Fapesp, 1996.

     

     

    EFS - Estudo em Foco Saúde 2014- Todos os direitos reservados | Criative Web