Efeito Estufa

    Efeito Estufa

    Desde a época da pré historia que o dióxido de carbono tem papel determinante na regulação da temperatura global do planeta.

    Com o aumento da utilização de combustíveis fósseis a concentração de dióxido de carbono na atmosfera duplicou nos últimos 100 anos. Os estudos demonstram que desde 1850 há um aumento da temperatura.

    O físico inglês Jean Baptiste Fourier, foi o primeiro formalizar uma boa teoria sobre o efeito dos gases estufa em 1827. Ele mostrou que o efeito estufa do aquecimento do ar dentro de estufas de vidro utilizadas para manter plantas de climas mais quentes no clima frio da Europa, se repetiria na atmosfera terrestre.

    A essa avaliação de CO2 na atmosfera iniciou-se no final da década de 80 com a medição de dióxido de carbono no laboratório no Hawai – EUA, quando lançaram o primeiro satélite.

    O Efeito estufa é a forma que a terra tem para manter a temperatura constante, e sendo assim a atmosfera é altamente transparente á luz solar, porém cerca de 35% da radiação que recebemos var ser refletida de novo no espaço, ficando os outros 65¨% retidos na terra. Isto deve-se ao fato principalmente ao efeito sobre os raios infravermelhos de gases como o CO2, metano, ozônio presentes atmosfera( totalizando menos de 1% ) que vão reter esta radiação noturna, permitindo aumentar o efeito calorífico. As emissões desses gases, no entanto só fazem aumentar. Eles crescerem de 6,4 bilhões de toneladas anuais em 1990 para 7,2 bilhões de toneladas nesta década. Nos onze dos últimos 12 anos foram mais quentes, jamais registrado desde 1850.

    Esta situação não compara-se no últimos 20 mil anos, ou talvez 650 mil anos, como revela a composição de bolhas de ar aprisionadas no gelo da Antártica.

     

    EFS - Estudo em Foco Saúde 2014- Todos os direitos reservados | Criative Web