Aumenta a preocupação com Resíduos Eletrônicos

    A quantidade de materiais eletrônicos inutilizados em todo o mundo cresce a cada ano. Segundo relatório disponibilizado pela União Internacional de Telecomunicações das Nações Unidas, cerca de 45 milhões de toneladas de eletrônicos foram descartadas em 2016.

    Os países que mais se preocupam com a reciclagem são: Suíça, Suécia e Noruega, reciclando cerca de 70% dos dejetos eletrônicos. Essa cultura se expande para toda a Europa e a Rússia, que, dos 28% de lixo gerado em todo o mundo, reciclam 35% deles.

    Com a difusão do uso de eletrônicos em todo o mundo, a quantidade de lixo eletrônico deve crescer cerca de 4% a cada ano. A pesquisa aponta que em 2007 apenas 20% da população mundial estava online, mas o número aumentou para quase 50% hoje em dia.

    Com certeza esse número é maior, visto que os eletrônicos jogados no lixo comum, enviados para os aterros sanitários, não foram contabilizados. Essa atitude faz com que a organização se preocupe com os malefícios que a exposição a esses produtos pode causar nas pessoas.

    O que assusta é a pequena quantidade de materiais reciclados. Apenas 20% de todo o lixo é equivalente a, aproximadamente, 9 milhões de toneladas – da quantidade contabilizada.

    Apesar de todo esse desperdício, o relatório afirma que os países estão pensando nisso, adicionando regras que abrangem o gerenciamento de resíduos eletrônicos. Atualmente, dois terços de toda a população mundial vivem em países com regras que incentivam a eliminação correta e a reciclagem.

     

    Fontes: ARS TECHNICA

    https://www.tecmundo.com.br/mobilidade-urbana-smart-cities/125325-desperdicio-20-lixo-eletronico-reciclado-mundo.htm

    EFS - Estudo em Foco Saúde 2014- Todos os direitos reservados | Criative Web