Plano de Proteção Radiológica – PPR NR 32

    Nos serviços de saúde a preocupação com raios ionizantes e suas características que preocupa a saúde do trabalhador também esta inserido na NR 32 com descritivos de segurança e saúde ocupacional.

     

    Desta forma preconiza a implantação do Plano de Proteção Radiológica - PPR, aprovado pela CNEN, e para os serviços de radiodiagnóstico aprovado pela Vigilância Sanitária.

     

    32.4.2.1 O Plano de Proteção Radiológica deve:

     

    a) estar dentro do prazo de vigência;

     

    b) identificar o profissional responsável e seu substituto eventual como membros efetivos da equipe de trabalho do serviço;

     

    c) fazer parte do PPRA do estabelecimento;

     

    d) ser considerado na elaboração e implementação do PCMSO;

     

    e) ser apresentado na CIPA, quando existente na empresa, sendo sua cópia anexada às

    atas desta comissão.

     

    32.4.3 O trabalhador que realize atividades em áreas onde existam fontes de radiações

    ionizantes deve:

     

    a) permanecer nestas áreas o menor tempo possível para a realização do procedimento;

     

    b) ter conhecimento dos riscos radiológicos associados ao seu trabalho;

     

    c) estar capacitado inicialmente e de forma continuada em proteção radiológica;

     

    d) usar os EPI adequados para a minimização dos riscos;

     

    e) estar sob monitoração individual de dose de radiação ionizante, nos casos em que a exposição seja ocupacional

     

    EFS - Estudo em Foco Saúde 2014- Todos os direitos reservados | Criative Web