Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Financiamento do SUS

Financiamento do SUS

Destacamos que Governo Federal deverá assumir em suas ações as questões voltadas a assistência de saúde da população, através do Sistema Único de Saúde – SUS. Percebe-se que neste ano ao completar 30 anos, ainda se preserva o nível de propiciar a universalização do atendimento de saúde, o que de fato vem sendo debatido por vários acadêmicos do segmento de prestação de serviços de saúde.

Ademais é evidente a necessidade de uma maior visibilidade com relação as características e a evolução da sociedade, especialmente a brasileira, tendo em vista a grande demanda na área de geriatria. Assim, algumas das situações sempre abordadas é identificar o cenário da saúde no país, pois atualmente a demanda é enorme diante das características evolutivas das condições econômicas do Brasil. De fato, percebe-se é que no país através do avanço da idade de seus cidadãos, não possuem condições de sustentar planos de saúde particulares e o alto custo no processo de manter uma assistência médica diferenciada.

Os custos para manter o plano de saúde é deveras mente complicado diante daqueles que passaram parte de sua vida trabalhando e ao tentarem usufruir de suas aposentadorias, vislumbram a necessidade de manter o padrão de vida eliminando as despesas de maior investimento financeiro, como é o caso na questão de continuidade do pagamento de uma assistência médica particular.

Diante disso invariavelmente, cabe a esta população idosa procurar o SUS para poder absorver cuidados médicos preventivos e até mesmo para sua existência. De fato, hoje há uma tendência já comprovada de que o país deve sensibilizar-se pela questão do financiamento do SUS para atenção a população pois a realidade epidemiológica, demonstra que existe um avanço de doenças crônicas degenerativas. Neste contexto, as questões de levantamento de estratégia da saúde através das equipes de Programa de Saúde da Família – PSF caracterizam a importância de identificar cenários para prestação de serviços de saúde.

Ao utilizar a área privada em especial as entidades filantrópicas, para a gestão dos equipamentos de saúde com maior qualidade, através das Organizações Sociais de Saúde – OSS, descreve que por sua caracterização e credenciamento deve comprovar sua experiência a mais cinco anos e possuir um plano de trabalho construído com o poder público para as atividades e objetivos a serem desenvolvidos para a população, agregando ainda métodos e processos de atendimento. Obviamente, a maneira como os sistemas de atendimento concentra-se como exemplo, as inúmeras atividades de diagnóstico em uma determinada área da cidade de São Paulo. Nesta identifica-se que na Av. Paulista é o local onde existe maior concentração de equipamentos de diagnóstico por imagem do mundo. Esta questão para definir tratamento e cuidados merece não só a questão da identificação epidemiologias, mas também a questão de integrar o médico a realidade da regionalização, população e as questões que envolvem as equipes multidisciplinares, fundamental para coordenação e trabalho em equipe para o bem do cliente (paciente)

dr_3

Dr. Edison Ferreira da Silva

  • Direito – Universidade Braz Cubas – UBC
  • Administração – Faculdade de Administração Alvares Penteado – FAAP
  • Administração Hospitalar e Gestão de Saúde – Fundação Getúlio Vargas – FGV
  • Saúde Ambiental e Gestão de Resíduos de Saúde – Universidade Federal de Santa Catarina UFSC e Fundação Getúlio Vargas – FGV
  • Gestão e Tecnologias Ambientais – POLI/USP

Este e-book é uma ferramenta importante para que seja possível gerenciar todos os impactos na gestão de um Equipamento de Saúde

DIGITE SEU E-MAIL E BAIXE O SEU GUIA GRATUITAMENTE

EFS